Quem sou eu

Minha foto
Teresina, Piauí, Brazil
Ah! Meu coração é mole/ Feito língua de moça./ Prefiro a calma a usar a força,/ Que carne de gado criado em morro é muito é ruim:/ Dura danada.// No bombardeio ergo sempre a bandeira branca,/ Cor que cedo não quero em minha trança,/ Mesmo que digam que é experiência.// Antes mesmo de tantos lamas e Ghandi,/ Foi que se inventou a calma dos monges./ Apesar dos últimos incidentes no Tibete. - Tapuia. Mestre em Letras/Linguística pela UFPI. Professor. Arre(medo) de poeta. Artista (de)plástico nas horas vá(ri/g)as. Aquele que nasceu no rio.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

MANIFESTO ERÓTICO Eu poesio Pois cio. Codó, 08 de Janeiro de 2013.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Como o besouro que numa folha copula, Onde depois sua dama porá ovo a ovo, O teu cheiro de fêmea me estimula A ser tão-somente bicho de novo. E que bom ser só da Natureza, afinal! Cresce, inflama, corre, perfuma... O corpo, assim, nos traduz animal. Assim se igualam as almas uma a uma! E sou bicho em teu corpo enroscado... Tu és a fonte; eu, o animal sedento Que se lambuza no teu mel salgado. Tu és a fera; eu, o teu alimento. Tu me caças: corpo nu, desarmado, E eu não fujo. Nem ao menos eu tento. Bom Jardim, 24 de Março de 2012.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

MÉTRICA CON/SENTIMENTO

Sentimento: Pouco a pouco Sentir metro a metro Centímetro a centímetro Teu corpo. Codó, 25 de maio de 2011

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

HAIQUASES

I

Saudade do hálito fresco
Da boca da noite
Do meu interior.

II

Folha no terreiro.
O vento sopra.
Namoram de mãos dadas.

sábado, 8 de outubro de 2011

DAS ÚLTIMAS LEITURAS DE NERUDA

Por qué los árboles esconden
el esplendor de sus raíces?

(Neruda)
I
DAS RAÍZES

Há muito tempo
Os galhos de árvores que ficam dentro do chão
Tinham folhas também
O problema é que as minhocas
Naquele tempo
Eram lagartas subterrâneas.

Teresina, 15/07/11.

II
DOS ESCRITORES EXPERIENTES

Perigoso é deixar caneta
E aquele livro que você está lendo (e adora!)
Perto de criança.
Elas sempre fazem emendas
Nas histórias.

Bom Jardim, 16/07/11.

III
DA SABIDURIA

Para Ronald

Eu tenho muita experiência na vida:
Se quiser eu lhe ensino.
Já faz um bom tempo
Que meu trabalho é botar corrente
De bicicleta de menino.

Bom Jardim, 16/07/11.

domingo, 10 de julho de 2011

O BURRO E OS CUPINS

Cansada de ver o sofrimento de um burro, que andava mancando por estar peado, a cupim-rainha ordenou a seus operários que roessem a corda que limitava os movimentos do animal.
Assim os cupins fizeram. Esperaram que o burro dormisse e roeram-lhe a peia.
No outro dia, quão grande não foi a decepção de todo o cupinzeiro! O burro continuava mancando.
MORAL: Muitas pessoas estão tão acostumadas às limitações – sobretudo às das idéias – que não adianta tentar lhes ajudar.
Teresina, 01 de julho de 2011.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

ER@ DIGIT@L diz:

Mais q nunk
E-tempo d respeito
A tds as
Linkuagens

Codó, 11 de maio de 2011.